5 Mitos sobre a Acne: Desvendando para Aprender a Tratar

Partilhe:
5 Mitos sobre a Acne: Desvendando para Aprender a Tratar

A acne é possivelmente a doença da pele que dá origem a mais mitos. São as lendas urbanas dos cuidados com a pele que ouvimos tanto que acabam por ser tomadas como verdade absoluta.

Mas isso é certo, a acne só acontece na pele oleosa? E é melhor deixar as espinhas irem sozinhas? Hoje vamos desmistificar oito mitos sobre acne para que aprenda a cuidar ainda melhor da sua pele.

1. Acne só acontece na pele oleosa?

Não. A maioria das pessoas que têm acne, especialmente as mais graves, têm um historial familiar de casos na família. É esta predisposição genética que influencia a forma como a pele se comporta. Define se uma pele tem glândulas sebáceas que produzem demasiado sebo, se é uma pele que tende a produzir mais queratina do que precisa de entupir os poros, ou que tem menos lípidos para protegê-la (assim predispondo infeções bacterianas), tendo assim uma maior tendência para ser mais inflamada. Esta predisposição genética é a base para que os fatores ambientais sejam mais agressivos neste tipo de pele.

2. Sol ajuda a secar espinhas

É um dos mitos de acne mais nocivos que existe. O sol estimula ainda mais a produção das glândulas sebáceas, agrava a inflamação e aumenta a intensidade e frequência das manchas. Só a radiação solar já causa inflamação na pele, pela própria queimadura.

3. Acne é coisa de adolescente

A acne pode acontecer em qualquer fase da vida, pois pode ser causada por vários fatores. Basta pensar em acne adulto, que acontece após a adolescência, e pode surgir a qualquer momento na idade adulta. A acne adulta é frequentemente relacionada com um ovário policístico ou, em geral, a alguma mudança nas hormonas masculinas, que podem ter aumentado.

A acne da mulher adulta caracteriza-se por começar mais tarde, comprometendo mais a área do pescoço e o terço inferior do rosto — ali na região da mandíbula. As lesões estão mais inflamadas e doridas e deixam mais sequelas de manchas.

4. Comer chocolate dá acne

O cacau, o principal componente do chocolate, não é um vilão – pelo contrário, é uma fonte de magnésio e triptofano, nutrientes benéficos estimulando o corpo a produzir endorfinas e serotoninas, responsáveis pelas sensações de bem-estar. Estudos revelam que o chocolate escuro (rico em cacau) tem uma excelente capacidade antioxidante. Então, quanto mais cacau, melhor! Na verdade, existem outros componentes presentes no chocolate que acabam por trazer problemas à pele, especialmente para aqueles que sofrem de acne, como o açúcar, o leite e as gorduras.

5. É melhor deixar as espinhas irem emboras sozinhas

Tratar a espinha é uma questão de saúde, não de estética. Na maioria dos casos, uma borbulha não é um caso grave, mas temos de pensar sim no problema a longo prazo à medida que desenvolves uma cicatriz. Quanto mais tempo tomares conta dela, mais complicado será.

Na Pharma Scalabis pode encontrar vários produtos para ajudar nesse processo. Não se esqueça de conferir as nossas ofertas e siga o nosso blog e as nossas redes sociais para ficar a cargo das novidades! Se gostou deste conteúdo, também partilhe com quem possa estar interessado!

Partilhe:

Blog

Manchas na pele de melasma tem cura?

Manchas na pele de melasma tem cura?

Manchas Pele 27 de Outubro de 2021

Os problemas de pele geralmente afetam (e muito!) a qualidade de vida das pessoas. E o melasma não foge da regra. Agora, imagine viver com manchas escuras — mais especificamente acastanhada — no rosto, em regiões como testa, bochecha, queixo e nariz. Embora menos comuns, as manchas também podem aparecer em outras áreas expostas ao […]

Ler Mais